História de recém-nascida que salvou vida da irmã prematura com um abraço é comovente Deixe um comentário

As americanas Kyrie e Brielle Jackson já nos primeiros dias de vida foram protagonistas de uma história emocionante. As gêmeas nasceram prematuras no dia 17 de outubro de 1995, no UMass Memorial Hospital, em Massachusetts. Imediatamente após o parto, as pequenas, que tinham menos de 1 kg, foram colocadas em incubadoras para que pudessem se desenvolver. Mas, só a tecnologia não foi suficiente. Foi o abraço de uma delas que salvou a outra irmãzinha.

Irmãs Kyrie e Brielle

Na unidade de tratamento intensivo, em poucos dias Kyrie ganhou peso e se recuperava bem. O mesmo não acontecia com Brielle, que não estava se desenvolvendo e chorava muito, quadro que a deixava ofegante e muito arroxeada. Nenhuma medida adotada estava funcionando até que a enfermeira Gayle Kasparian perguntou aos pais se podia colocar as duas na mesma incubadora.

“Quando eu coloquei a Brielle com a irmã, foi maravilhoso. Ela imediatamente se acalmou. A frequência cardíaca estabilizou e coloração dela voltou ao normal”, afirmou Gayle em entrevista à rede CNN. Durante a recuperação, as pequenas foram flagradas dando um abraço involuntário uma na outra, ação que fez com que o episódio ficasse mundialmente conhecido.

Nas semanas seguintes, as meninas foram ganhando peso e rapidamente receberam alta do hospital. A última notícia que se teve das gêmeas foi em 2013. Elas eram estudantes saudáveis do ensino médio. São gêmeas idênticas e dividem o mesmo quarto. “Elas se dão muito bem e são realmente melhores amigas”, disse o pai, Paul Jackson, em entrevista.

Com a foto foi tirada por um fotógrafo do jornal local, Telegram & Gazette, o caso ficou famoso instantaneamente e apareceu em publicações como “Life” e “Reader’s Digest”. Depois do episódio, hospitais começaram a adotar a prática de colocar irmãos gêmeos no mesmo espaço para que a recuperação seja mais rápida. Hoje, sabe-se que o calor humano fornecido pelo abraço realmente é capaz de estimular a melhora de recém-nascidos.

 

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4.92 4291