Quem já passou por cesariana pode ter parto natural? É perigoso? Entenda

Quem já passou por cesariana pode ter parto natural? É perigoso? Entenda -

É muito comum o mito de “uma vez cesárea, sempre cesárea” para mulheres que tiveram seu primeiro filho através de uma cesariana e estão novamente grávidas. Porém, essa não é uma verdade absoluta, muito menos uma realidade prática. Muitas mulheres que tiveram bebês nascidos com ajuda de cirurgia conseguem e têm outros filhos com partos normais. De acordo com a médica obstetra Quésia Villamil, em conversa com a blogueira Lu Ferreira, não há uma regra e nem influência sobre o tamanho do bebê ou a quantidade de gestações.

Qual o risco de parto normal depois da cesárea?

Quem já passou por cesariana pode ter parto natural? É perigoso? Entenda -

Conhecido também como VBCA (vaginal birth after cesarean, em inglês), o parto vaginal após cesárea muitas vezes é temido pelo risco de ruptura uterina. Porém, além de ser recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), ele apresenta menos riscos do que a realização de uma segunda cirurgia. Depois de feito o corte no útero, uma segunda gestação pode trazer riscos à mulher. Porém, a especialista explica que, embora eles existam nas duas vias de nascimento, o índice é menor no parto vaginal.

Segundo Quésia, a gestação da mulher é algo muito dinâmico e uma série de variáveis é que vão determinar o sucesso de um parto natural. No entanto, por mais que haja mais risco para gestante que já passou por uma cesariana tanto no nascimento normal como através de cirurgia, há comprovação de que as mulheres que nem entraram em trabalho de parto na primeira vez têm mais chance de conseguir parir naturalmente na segunda tentativa.

Porém, para as mães que tentaram, não conseguiram realizar o parto normal na primeira gestação e tiveram que recorrer à cirurgia, há mais risco de haver ruptura uterina e complicações decorrentes, tanto materna como perinatais. Dessa forma, todos os riscos precisam ser pesados contra os prejuízos de se repetir a cesariana, que incluem tanto complicações imediatas como tardias.

 

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.