Introdução alimentar do bebê BLW.

Introdução-alimentar-do-bebê-BLW.jpg2

 

Aos 6 meses de idade o bebê já consegue ingerir alimentos sólidos e está apto a começar a IA
(introdução alimentar). Antigamente, a forma mais conhecida de IA era através de papinhas,
onde os alimentos eram amassados, batidos ou processado. Hoje em dia o BLW está ganhando
cada vez mais destaque no entre as mamães brasileiras, o método é bastante utilizado nos
EUA e na Europa. BLW (Baby Led Weaning) é uma sigla em inglês que significa “Desmame
guiado pelo bebê”.
O método consiste em oferecer alimentos para o bebê em pedaços ou tiras desde os 6 meses
de vida para que ele coma com as próprias mãos. Na maioria das vezes os alimentos são
cozidos no vapor para chegar a uma consistência em que o bebê consiga mastigar e engolir
sem problemas.
Introdução-alimentar-do-bebê-BLW.


Os benefícios do BLW são o que mais atraem as mamães. O BLW estimula a autonomia do
bebê desde cedo, ele é quem decide oque e quanto comer. Comer com as mãos é uma
experiência extremamente sensorial, pois o bebê conhece o alimento não só através do
paladar, mas também do olfato, do tato, da visão… O BLW permite que a criança conheça o
alimento em sua textura e sabor natural, o que ajuda na aceitação dos alimentos futuramente,
crianças que comem papinha são mais propensas a terem dificuldade para comer no futuro,
pois foram acostumadas a comer os alimentos misturados e em uma textura diferente da
original, quando se deparam com algo que não estavam habituadas, o normal é estranhar e
por consequência ter dificuldade com alimentação e ainda irão precisar de ajuda dos pais para
comerem por alguns anos.
Uma dúvida muito recorrente sobre o BLW é em relação a engasgos, muitas mamães acabam
desistindo do método por acharem que o bebê vai engasgar. Acontece que as chances do bebê
engasgar ingerindo alimentos em tiras ou pedaços, são as mesmas que se fosse através
papinha ou até mesmo o leite materno, o que ocorre com bastante frequência é um reflexo
protetor chamado “reflexo de gag” muito parecido com ânsia de vômito, é um movimento que
faz com que alimentos que não estão sendo ingeridos corretamente voltem para a boca, o que
pode parecer que o bebê está se engasgando. Para evitar o engasgo real, os alimentos devem
ser cortados de forma correta, na maioria das vezes como um palitinho, também deve-se ter
cuidado com alimentos redondos: uva, tomate cereja, ovo de codorna… Eles nunca devem ser
apresentados dessa forma para o bebê, pois apresentam mais riscos de um possível engasgo.
Além disso, o bebê sempre deve comer sob supervisão, o que leva a outro benefício do BLW, a
interação social do bebê junto a família na hora das refeições, o recomendado é que todos
comam a mesma comida e juntos.

Créditos: Bru Araújo

Um comentário sobre “Introdução alimentar do bebê BLW.

  1. Opá tudo bem! Seu conteúdo está muito top, sempre que possível eu acesso seu blog. Uma alimentção saúdavel faz a diferença nos dias de hoje. Até mais e feliz ano novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.