Aqui pode estar o motivo para nenhum sapato servir mais durante a gravidez

Aqui pode estar o motivo para nenhum sapato servir mais durante a gravidez -

Algumas grávidas podem desconfiar do inchaço outras vão duvidar que possa ser possível, mas a constatação é real e provável: os pés das gestantes ficam maiores durante a gravidez. Esse não é um mito e nem superstição tipo lenda da vovó, mas uma consequência fisiológica de gestação do bebê e preparação para o parto. Entenda melhor:

Os pés da gestante crescem pela ação da relaxina

Aqui pode estar o motivo para nenhum sapato servir mais durante a gravidez -

A razão pela qual os pés das grávidas “crescem” é relaxina, um hormônio que atinge alguns picos durante a gravidez, e cuja função é ajudar o bebê a se desenvolver e facilitar a sua saída na hora do nascimento. Ele relaxa os ligamentos das articulações pélvicas, deixando-as mais elásticas e permitindo que o canal de nascimento vá se ampliando até estar o mais aberto possível para a passagem do bebê.

Bem, esse mesmo hormônio relaxina, que ajuda a abrir a pélvis, faz com que os outros ligamentos também fiquem mais elásticos, assim como o pé da grávida. Com mais elasticidade, os arcos dos pés achatam ligeiramente (também com a ajuda de ganho de peso) e, portanto, o pé fica um pouco maior – às vezes até 10mm mais comprido.

Os pés retornam ao tamanho normal?

Depende, mas na maioria das vezes, sim. Algumas mulheres que percebem que durante a gravidez os pés crescem, também notam que os milímetros a mais se mantêm e há outras que passam algum tempo usando sapatos maiores, mas, em seguida, podem reutilizar aqueles que já costumava calçar antes.

 

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.