5 sintomas físicos que a ansiedade está te causando e você talvez não tenha percebido

5 sintomas físicos que a ansiedade está te causando e você talvez não tenha percebido -

Assim como o estresse, a ansiedade pode provocar distúrbios físicos e, quando não tratada, afetar a qualidade de vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a condição afeta mais de 264 milhões de pessoas e é a sexta causa de incapacidade para o trabalho no planeta.

A ansiedade é caracterizada por um sentimento de angústia ou de que algo de ruim vai acontecer no futuro próximo. Pessoas que sofrem com o problema também podem apresentar sintomas físicos, como:

1. Dores musculares
Ansiedade provoca um estado de alerta e tensão que, por sua vez, resulta em uma contração muscular. Uma vez que o medo de algum evento ou situação passa, os músculos retornam ao seu estado original, mas sofrem desconforto devido ao tempo em que estavam tensionados.

2. Tontura
Na maioria das vezes, a ansiedade é acompanhada de medo ou até de pânico. Esses sentimentos causam uma descarga de adrenalina no nosso corpo, o que faz com que o coração bata mais forte. Quando isso acontece, a pressão arterial sobe e resulta na sensação de tontura.

5 sintomas físicos que a ansiedade está te causando e você talvez não tenha percebido -

3. Desconfortos gástricos
A sensação de “vácuo” no estômago é um dos sintomas físicos mais comuns de ansiedade. Isso porque a pessoa está na defensiva – devido à sensação de perigo – e o fluxo sanguíneo fica concentrado nas extremidades do corpo. Assim, outros órgãos centrais recebem menos sangue e experimentam um sentimento de vazio ou mesmo náusea.

4. Visão turva
Quando estamos ansiosos, as pupilas se dilatam e os olhos recebem menos sangue que o normal. Isso resulta na visão embaçada ou até em sua perda parcial temporária. Mesmo que durem apenas alguns segundos, o sintoma pode ser bastante assustador.

5. Dificuldade para respirar
O sintoma geralmente é acompanhado por dor no peito e/ou palpitações. Como já mencionado, durante um estado de ansiedade, o coração bate mais forte, de modo que o sangue atinge as pernas e os braços mais rapidamente, resultando em hiperventilação, que é quando consumimos muito oxigênio em nossa respiração. Quando isso acontece, os vasos sanguíneos no peito se contraem e causam dor na área.

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.