4 superalimentos verdes que você precisa incluir já na sua dieta

4 superalimentos verdes que você precisa incluir já na sua dieta -

Não é novidade que o consumo de ao menos cinco porções diárias de legumes, frutas e verduras é essencial para garantir os nutrientes necessários para manter o organismo saudável. Mas se você não é um grande fã de vegetais ou tem uma rotina muito agitada, vale a pena suplementar a alimentação com compostos de superalimentos verdes.
É importante ressaltar que estes alimentos não podem substituir as refeições, mas ajudam a preencher as lacunas nutricionais. Eles podem ser consumidos nas saladas de frutas, nas refeições ou misturados ao suco logo pela manhã. Existem também inúmeras alternativas de comprimidos e cápsulas.
Listamos 4 superalimentos verdes que possuem altas concentrações de nutrientes facilmente digeríveis, que são absorvidos de maneira mais eficiente pelo organismo. Consequentemente, com todos os nutrientes em dia, o corpo potencializa a queima de gordura.

01
1. Spirulina
Apesar de ter sido considerada uma alga por muito tempo – e de ainda ser divulgada como tal – a spirulina é uma bactéria capaz de fazer fotossíntese, denominada cianobactéria. Ela vive em colônias com aparência semelhante a algas, o que colaborou para a confusão. Os compostos a base de spirulina são naturalmente ricos em vitamina A, aminoácidos, antioxidantes e ainda prometem prevenir muitas doenças. Eles são ainda boas fontes de ácido gama-linolênico (GLA), uma gordura ômega-6 que vem sendo estudada por suas propriedades de combate ao câncer. Para os vegetarianos, a spirulina ainda serve como uma grande fonte de vitamina B12 , normalmente encontrada apenas em alimentos de origem animal.
2. Chlorella
Opção de algas que também contém vitamina A, vitamina B12 e aminoácidos. É considerada o organismo vivo com maior concentração de clorofila (cerca de 20%). Isto o torna um poderoso desintoxicante natural, pois a composição da clorofila é muito semelhante à hemoglobina que transporta o oxigênio nas células do sangue. Muitos especialistas acreditam que a suplementação com chlorella melhora a circulação sanguínea e ainda reforça a imunidade do organismo.
3. Alfafa
A alfafa é rica em vitaminas A, C, D, E, K e vitaminas do complexo B. Seu consumo melhora o funcionamento do sistema imunológico. Ela ainda tem ação diurética e reguladora de colesterol.
4. Trigo e cevada
Gérmen de trigo e cevada também são boas alternativas de suplementos. Os compostos com estes ingredientes podem conter até 22 tipos diferentes de vitaminas. Eles regulam o funcionamento do intestino e fortalecem o sistema imunológico.
 

Fonte : MdeMulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.