Guia da mamãe para atendimento urgente

Guia da mamãe para atendimento urgente

Guia da mamãe para atendimento urgente

Não importa quantas vezes seus filhos lavam as mãos ou quanto eles se acumulam no tempo frio. Em algum momento, eles provavelmente ficarão doentes e precisarão consultar um médico.

Mas as crianças nem sempre adoecem nos momentos mais convenientes. Se o consultório do seu médico está fechado e uma situação não pode esperar até o próximo dia útil, um centro de atendimento de urgência pode ser a próxima melhor coisa.

Esses centros são clínicas com médicos, assistentes médicos e enfermeiras. Eles fornecem uma maneira conveniente, rápida e acessível de obter tratamento médico.

Aqui está o que você deve saber sobre cuidados urgentes antes de você e seu filho saírem pela porta.

Guia da mamãe para atendimento urgente
Guia da mamãe para atendimento urgente

1. Saiba o que é cuidado urgente e o que não é

Tenha em mente que nem toda clínica médica independente é um centro de atendimento de urgência. Alguns sistemas hospitalares podem ter salas de emergência separadas em locais da sua cidade para evitar a superlotação. Portanto, se o seu filho adoecer no meio da noite e você precisar de um centro de atendimento de emergência, não dirija apenas para qualquer instalação aberta. Certifique-se de que o lugar que você visita é de fato um centro de atendimento de urgência.

Uma maneira fácil de distinguir esses centros das salas de emergência é examinar o nome da instalação. Se a palavra “emergência” estiver em seu nome, provavelmente não é um centro de atendimento urgente.

Isso não quer dizer que você não possa levar seu filho para uma sala de emergência. Apenas saiba que os custos do pronto-socorro podem diferir dos cuidados urgentes.

Além disso, se possível, leve seu filho a um centro de atendimento de urgência pediátrico. Os médicos e enfermeiros dessas instalações se especializam em diagnosticar e tratar as crianças e podem oferecer à sua criança a mais alta qualidade de atendimento.

2. Prepare-se antes que uma emergência ocorra

Não é uma questão de “se” o seu filho adoecer após o término do seu consultório regular, mas sim “quando”. Nesta situação, você não gostaria de dirigir pela cidade no meio da noite em busca de um atendimento urgente.

Em primeiro lugar, pergunte ao consultório do seu médico o que eles recomendam quando o seu filho fica doente depois de horas. Muitas vezes, eles têm um número para o qual você pode ligar pedindo conselhos e falar com um provedor de plantão para ajudar a decidir que tipo de cuidado seu filho precisa e com que urgência ele precisa.

Seja proativo e prepare-se para as necessidades tarde da noite com antecedência. Tome nota dos centros de atendimento de urgência mais próximos de você. Em seguida, entre em contato com sua companhia de seguros de saúde para ver quais centros estão cobertos pela sua apólice. Usando um centro que aceita seu seguro de saúde pode reduzir suas despesas de bolso. Além disso, pergunte ao consultório do seu médico se há um centro de atendimento de urgência que eles recomendam, ou pelo menos um que se comunique bem com eles.

Também é benéfico conhecer as horas de funcionamento de diferentes centros de atendimento de urgência. Alguns centros podem funcionar 24 horas por dia, enquanto outros podem fechar suas portas às 10 ou 11 da noite. Reunir essas informações com antecedência pode aliviar o incômodo de procurar uma clínica aberta.

Estar preparado também envolve organizar sua papelada. Você pode entrar em pânico quando seu filho estiver doente ou ferido. E nesse estado de espírito, você pode deixar informações vitais em casa. Sempre mantenha as informações do seguro de saúde do seu filho, uma lista de seus medicamentos e o nome do médico e informações do seu escritório em sua carteira ou bolsa para referência rápida.

Se um assunto não for muito urgente, dê um passo adiante e ligue para alguns centros de atendimento de urgência antes de sair de casa para perguntar sobre os tempos de espera e o custo de uma visita. Isso também pode evitar custos inesperados, especialmente se o seu plano de seguro de saúde tiver uma grande cobertura para (ou não cobrir) atendimento urgente, ou se você tiver que atender ao seu seguro de saúde anual dedutível antes de sua seguradora pegar a guia.

3. Não subestime os serviços de cuidados urgentes

Quanto mais você se familiarizar com o atendimento urgente, melhor. Esse conhecimento pode economizar tempo e dinheiro.

Se seu filho precisar de cuidados médicos e seu médico não estiver disponível, você pode achar que um pronto-socorro é o melhor local para atendimento. Mas muitos centros de atendimento de urgência estão equipados para lidar com uma variedade de questões médicas, e esses centros oferecem inúmeros serviços.

Como regra geral, os centros de atendimento de urgência tratam as mesmas condições que um médico trata em seu consultório. Essas condições incluem infecções na garganta, doenças respiratórias, infecções de ouvido, pequenas fraturas ou entorses e pequenas lacerações.

Por outro lado, você não deve ir a cuidados urgentes para tratar condições médicas graves ou com risco de vida. Portanto, se o seu filho tiver dificuldade para respirar ou dor significativa com movimento, ou ficar repentinamente letárgico e confuso, chame uma ambulância ou vá a uma sala de emergência para evitar o desperdício de tempo. Se um centro de atendimento de urgência não puder fornecer tratamento, o centro transferirá seu filho para um hospital.

4. Permaneça o mais calmo possível

Pode ser difícil manter a calma quando o seu filho não está se sentindo bem. Mas lembre-se, eles podem se alimentar de suas emoções. Se você chorar ou ficar chateado ou exausto, isso pode deixar seu filho nervoso e com medo. Sua calma, no entanto, pode acalmar e dar segurança.

5. Obtenha uma babá, se necessário

Se possível, não leve todos os seus filhos ao centro de atendimento de urgência. Peça a um parente, vizinho ou amigo para atender as crianças em sua casa. Não há como prever quanto tempo levará para tratar seu filho doente. Quando você deixa as outras crianças com uma babá, pode concentrar todo o seu tempo, energia e atenção na criança doente. Além disso, menos distrações podem tornar mais fácil lidar com a situação.

6. Encurte seu tempo de espera fazendo check-in online

Centros de atendimento de urgência aceitam consultas, e você não precisa ligar com antecedência. Alguns pais podem fugir dessas instalações devido a preocupações com longos períodos de espera. Mas alguns centros de atendimento de urgência permitem que os check-ins online reservem um lugar. Isso pode reduzir o tempo de espera no momento da chegada e ajudar seu filho a obter atendimento médico mais rápido.

 

 

Fonte: Healthline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.