Desfraldar a criança fica muito mais fácil aplicando o método montessoriano

Desfraldar a criança fica muito mais fácil aplicando o método montessoriano

O desenvolvimento das crianças é um processo que requer muita paciência por parte dos pais. Uma das fases mais complicadas do crescimento infantil é a hora dos pequenos deixarem a fralda de lado. Não existe idade exata para isso, já que o desfralde depende muito do ritmo de cada um.

Se o seu filho já estiver neste estágio (ou bem próximo a ele), você saberá que não é nada fácil. Para auxiliar neste processo, Maria Montessori, educadora, pedagoga, psicóloga e cientista, criou o método educacional Montessori, onde o ensino se concentra em respeitar o processo pessoal de cada criança. Isso pode ajudá-lo a orientar seu pequeno a ir ao banheiro e deixar a fralda pouco a pouco.

Método montessoriano: o que é

O método Montessori baseia-se na promoção da autonomia de cada criança, ressaltando a importância de não avançar no processo ou forçar as crianças a deixar a fralda quando ainda não estão prontas.

Há quem diga que o desfralde deve ser feito aos 2 anos. Mas, na realidade, não há um momento preciso, já que pode ser entre 24 meses e três anos. Apressar a criança pode criar insegurança e tornar o aprendizado ainda mais complicado.

shutterstock 793791895

O ideal é que os responsáveis fiquem atentos ao comportamento do seu bebê para conseguir identificar quando o pequeno está pronto para dar esse grande passo. Estes são alguns dos principais sinais:

Físicos

Quando a criança é capaz de subir e descer as escadas com ajuda, alternando as pernas, é um forte indício de que pode estar na hora do desfralde. Outro sinal é quando o pequeno demonstra que está fazendo xixi, como se mexer muito, cruzar a perna, corar, encolher ou segurar os genitais com as mãos.

Neurológicos

Neste caso, a criança tem noções do esquema corporal, isto é, identifica as partes de seu corpo como nariz, olhos e assim por diante. Ela também imita as ações dos adultos e segue comandos simples, como sair e puxar as calças. Além disso, conhece palavras-chaves, como xixi, cocô, banho e o penico.

Emocionais

Acontece quando o pequeno mostra interesse em observar como seus pais ou irmãos mais velhos se comportam quando vão ao banheiro. Ele quer crescer, resiste ao vestir fraldas e está motivado para fazer as coisas por conta própria.

Se o seu filho manifesta esses sinais, é o momento perfeito para tentar iniciar o processo de desfralde. Mas é muito importante deixar tudo correr no próprio ritmo do pequeno, sem pressão.

É essencial colocar um penico ou suporte que esteja ao alcance do pequeno. Desta forma, ele conseguirá ir sozinho ao banheiro. Você não deve fazer a criança pensar em ir ao banheiro como uma obrigação. Deixá-lo sentado no vaso pode fazer com que o pequeno veja isso como uma punição – o que pode prejudicar o aprendizado dele.

dejar de usar panal

Além disso, os pais precisam estar ciente de cada gesto e, constantemente, perguntar se a criança precisa ir ao banheiro – sempre com paciência e compreensão.

Acidentes acontecerão com frequência, especialmente à noite. Quando eles acontecem, é preciso ter serenidade para não repreender a criança. Basta sentar e conversar com ela, explicando claramente a situação. Outra dica é motivar e elogiar toda vez que ela tiver uma conquista.

É possível que haja, ainda, contratempos ou dias difíceis – o que é completamente normal. O essencial é dar tempo e espaço para que a aprendizagem seja natural e sem traumas para pais e filhos

Fonte: VIX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.