Comida africana e drinques sem álcool são tendências gastronômicas de 2020

Comida africana e drinques sem álcool são tendências gastronômicas de 2020

O que você vai comer e beber no ano que vem? A gente pode até nem imaginar, mas empresas do ramo alimentício já preveem algumas tendências do que consumiremos em 2020. A Whole Foods Market, maior rede de produtos naturais dos EUA já tem suas apostas. Veja alguns dos destaques

Agricultura regenerativa

A prática de olhar para a qualidade do solo, incentivar a biodiversidade das plantações e impactar positivamente no clima do planeta é uma das maiores diretrizes entre fazendeiros, produtores, acadêmicos, agências do governo, vendedores e consumidores

Farinha

Istock

Sim, nosso ingrediente já bem conhecido terá sua vez em 2020 ao ser feito de mais ingredientes que não trigo e milho. Entre as novas bases citadas pela Whole Foods estão as farinhas de banana e couve-flor. Mais saudáveis, sustentáveis (uma vez que aproveitam de partes antes descartadas dos produtos, como caule e casca) e sempre essenciais para quem adora cozinhar.

Gastronomia do oeste africano

Prato do chef Pierre Thiam - Evan Sung

Tomate, cebola, pimenta, amendoim, gengibre são só alguns dos ingredientes que compõem a base das receitas de 16 nações africanas consideradas a culinária “a se provar” no ano que vem. Referências do leste da Europa e Oriente Médio passeiam por pratos tradicionais da região e estão cada vez mais internacionais em restaurantes espalhados pelo globo

Lanches frescos

Nada de conservantes na hora de comer rapidinho. “Snacks” natureba, como ovo cozido acompanhado de molhos agridoces, picles e sopas cheias de sabor – e valor nutricional – são a próxima onda para quem não quer perder tempo na cozinha

Vegetarianos, além da soja

Feijão, abóbora, avocado, melão e outros grãos prometem competir com produtos a base de soja para quem não deseja mais consumir carne.

Manteigas e pastas de todo tipo

Base de receitas, no pão ou na finalização de pratos, as manteigas e pastas também estão na moda – e não como estamos acostumados. O tahini – pasta feita de gergelim – e pasta de abóbora e macadâmia estão entre os produtos da vez. Drinques sem álcool

iStock

De cervejarias e mestres da mixologia, as bebidas zero-álcool já são uma corrente que tem feito fama pelo mundo. Em 2020, combinações que lembram fermentados e destilados – como falso gin, vinho zero e mais – devem conquistar os copos de quem procura alternativas na hora do happy hour.

Outras tendências

Menus infantis mais saudáveis e interessantes, açúcares provenientes de frutas como romã, coco e batata-doce, e combinações de carnes e produtos veggie, como cogumelos, estão entre outras apostas para nossos pratos no ano que vem

Fonte: VIX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.