Causa da obesidade infantil nem sempre é má alimentação: especialistas explicam

Causa da obesidade infantil nem sempre é má alimentação: especialistas explicam

Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que até 2025 cerca de 70 milhões de crianças apresentarão problemas relacionados ao sobrepeso.

Além de afetar a saúde física, a obesidade prejudica o bem-estar emocional e a auto-estima dos pequenos. Muitas crianças enfrentam bullying na escola por causa da obesidade e, como se isso não bastasse, também são julgadas pelos adultos, uma situação que as prejudica ainda mais.

nino pancita sobrepeso shutterstock 651202609

Algumas pessoas pensam que fazer piada sobre o excesso de peso de uma criança pode “incentivá-la” a emagrecer. Além de abusiva, a ideia é completamente equivocada.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Ciências da Saúde de Maryland e pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, zombar das crianças por causa de seu peso pode levá-las a ganhar quilos extras na idade adulta.

conoce el metodo finlandes que promete terminar con el bullying escolar en argentina 1

Os pesquisadores estudaram de perto 110 crianças e adolescentes com excesso de peso ou cujos pais têm alguns quilos a mais, pois o fato aumenta a probabilidade de crianças desenvolverem obesidade no futuro.

Segundo o levantamento, 62% das crianças com quilos extras disseram sofrer de provocações e assédio, enquanto apenas 21% das crianças com peso normal enfrentaram bullying. Os pequenos que foram alvo de provocações ganharam 33% mais massa corporal.

obesidad infantil

O estudo não investigou as razões pelas quais as crianças ganharam peso, mas especialistas da Mayo Clinc explicam que a ansiedade e o estresse causados ​​pelo bullying podem aumentar os distúrbios relacionados à comida, como compulsão alimentar.

A obesidade infantil pode ser causada por uma dieta pouco saudável, com alta ingestão calórica, falta de exercício e fatores hereditários e psicológicos.

nino comiendo hamburguesa papas shutterstocks482481193

Quando não recebe tratamento, a obesidade infantil pode trazer outras complicações, como diabetes tipo 2, colesterol e pressão alta, asma, distúrbios do sono e doenças hepáticas.

nina diabetes prueba shutterstock 573635590

Para resolver o problema do excesso de peso em crianças é necessário recorrer ao pediatra e a um nutricionista infantil para que, em conjunto, seja possível estabilizar seu peso. Também é aconselhável visitar um psicólogo especializado em tratamento com crianças, para que o processo também beneficie a saúde emocional.

É muito importante estar ciente do comportamento da criança para identificar se ela sofre de bullying na escola. Ao mesmo tempo, é essencial não permitir que membros da família e outros adultos zombem ou comentem o peso da criança, pois isso só a prejudicará.

Fonte: VIX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.