Candidíase emocional, quando o corpo dá sinais de que a relação não vai bem

Candidíase emocional, quando o corpo dá sinais de que a relação não vai bem

Causada pelo crescimento descontrolado do Candida albicans, fungo que vive normalmente em equilíbrio na flora vaginal, a candidíase é um processo infeccioso e inflamatório que tem como sintomas mais comuns coceira, vermelhidão e fissuras na vagina, ardência ao fazer xixi, dores nas relações sexuais e corrimento esbranquiçado e coagulado.

Doenças que atacam o sistema imunológico, uso de determinados medicamentos, relações sexuais desprotegidas, uso de pílula com alto nível de estrogênio, má higiene e umidade excessiva na região íntima são as principais causas da candidíase.

A infecção, no entanto, pode também ser resultado de fatores emocionais, ligados ao relacionamento amoroso e outros problemas subjetivos.

candidiase infeccao vagina 0119 1400x800

Candidíase: causa pode estar na relação amorosa

Para terapias que enxergam o físico e emocional de uma pessoa como algo único, a candidíase emocional é uma espécie de manifestação do organismo para impedir o coito, o que teria suas origens em algum descontentamento da mulher com o parceiro ou com a própria sexualidade.

A infecção, portanto, seria uma resposta física de defesa, proteção e até mesmo autopunição.

vagina dor candidiase 0219 1400x800

De acordo com a terapeuta holística Laura da Fonseca Monteiro, a candidíase emocional se desenvolve a partir do momento em que a mulher mantém uma rotina de sexo com um parceiro, mesmo contra sua vontade.

A realização do ato íntimo de forma forçada, por medo ou vergonha de recusar a investida do companheiro, abriria portas para a infecção.

Diante do quadro, a mulher ficaria impedida de transar por “motivos que independem de sua vontade”, explica a profissional.

libido desejo sexual 1217 1400x800

A mulher guarda mágoas e se irrita com o parceiro por algum tipo de comportamento que ele apresenta durante uma fase da vida. Inconscientemente, ela acumula este sentimento de raiva e, aos poucos, seu corpo físico se manifesta justamente pelo principal canal de troca com o parceiro: a vagina.

Se esta irritação não for trazida à luz, conscientizada e transformada, a candidíase vaginal tenderá a se repetir indefinidamente, pois tratam-se os efeitos mas não sua causa, afirma a terapeuta holística.

libido masturbacao cama 0918 1400x800

Tratamentos médico não deve ser descartado

Considerar o aspecto emocional em quadros de candidíase é importantíssimo não só para tratar a condição em si, mas para buscar uma rotina saudável no relacionamento. Porém, como a condição trata-se uma infecção, independentemente da causa, ela deve receber diagnóstico e cuidados médicos.

A identificação das causas é o primeiro passo para tratar corretamente a candidíase vaginal. Além da adoção de bons hábitos alimentares e de higiene íntima, a infecção pode ser combatida por meio de medicamentos e até mesmo com alternativas naturais.

Fonte: VIX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.