8 cuidados para ter com a tatuagem no Verão

8 cuidados para ter com a tatuagem no Verão

Se você ainda está em dúvidas sobre o melhor momento do ano para fazer uma tatuagem, saiba que o ideal é fazê-la no Inverno, época de menor exposição solar e de radiação UVA e UVB. Porém, se isso não foi possível, e você só teve a oportunidade de se tatuar quando o ano começou a esquentar, o mais seguro é passar pelo procedimento com pelo menos um mês de antecedência da época de tirar férias de Verão no balneário ou na piscina.

Como cuidar da tatuagem no verão?

Caso você tenha feito a tatuagem no período mais quente do ano, se você esperar passar o mês de “quarentena”, haverá menos chance de ter problemas de pele em expor a tatuagem ao sol. No entanto, os cuidados com as tatuagens devem ser dedicados também às tatuagens de longa data, já que o sol e até o cloro da piscina podem desbotar as cores da sua tatuagem a deixando com aspecto envelhecido e sem brilho. Por isso, no verão, siga os seguindo cuidados:

1. Para evitar a perda do brilho e da cor que a exposição solar pode causar, é importante redobrar os cuidados com o protetor solar. Escolha sempre um fator de proteção (FPS) elevado e que proteja simultaneamente dos raios UVA e UVB.

2. A tatuagem, quando feita em qualquer época do ano, pode gerar queloide ou cicatriz hipertrófica, que fica mais proeminente e volumosa. Como a tatuagem é um pigmento que se deposita profundamente na pele, também há casos de intoxicação pela tinta usada. Por isso, o ideal é fugir da radiação solar diretamente na pele.

3. Além disso, nosso organismo interpreta uma tatuagem quase como uma queimadura de segundo grau. Assim sendo, caso você não a proteja adequadamente, a exposição aos raios UV é capaz de provocar uma lesão de primeiro grau.

4. Caso for sair ao sol, aplique uma camada generosa de protetor solar na tatuagem meia hora antes da exposição solar e garantir novas aplicações de duas em duas horas.

protetor solar 1400x1000 1016

5. Os banhos de piscina ainda têm como desvantagem a possibilidade de contrair infeções, além da agressão do cloro, que pode danificar os pigmentos da tatuagem. Por isso, é bom evitar mergulhar nas primeiras semanas.

6. Como os pigmentos da tatuagem são colocados na pele através de um processo inflamatório, entrar em contato com a água do mar também pode maximizar as chances de adquirir infecções.

7. É ainda importante não esquecer que o consumo regular de água ajuda a manter não só o organismo, como a pele e a tatuagem igualmente hidratada e saudável.

8. Opte pela vedação sempre que a tatuagem ficar exposta muito tempo. Ela pode ser feita com curativos hipoalergênicos, semelhantes a filmes transparentes que são vendidos em lojas cirúrgicas. Hoje, existem muitos produtos micronizados, que ficam transparentes sobre a pele.

Fonte: VIX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.