Terapeuta ensina teste simples que revelaria se você está ou não com a pessoa certa

Terapeuta ensina teste simples que revelaria se você está ou não com a pessoa certa -

Não importa se você já namora há anos ou começou a se relacionar com alguém há poucas semanas: questionamentos sobre o parceiro ou parceira e a avaliação da união nunca desaparecem e podem gerar inúmeras dúvidas.

Para ajudar a descobrir se você está ou não com a pessoa certa, a especialista em sexo e relacionamentos Ava Cadell ensina testes simples que facilitam a análise e revelam se você está no caminho certo ou se deveria partir para outra. Conheça os métodos propostos pela terapeuta no site Your Tango.

Como saber se estou namorando com a pessoa certa?

Terapeuta ensina teste simples que revelaria se você está ou não com a pessoa certa -

De acordo com a especialista, o primeiro passo é ter caneta e papel em mãos para fazer uma lista de duas colunas: na primeira, enumere as qualidades do parceiro. Na segunda, liste o que considera negativo na personalidade dele.

O resultado vem de forma bastante simples e prática. Se o número de aspectos positivos supera o de negativos, sinal de que você nutre admiração pela pessoa e que ela possui as qualidades que você busca em um parceiro romântico.

Em caso contrário, ou seja, se as características negativas aparecem em um número muito maior, talvez seja o momento de refletir por que você está investindo em uma relação em que o outro não parece ser tão interessante.

Em seguida, pense sobre suas 10 principais prioridades na vida e anote em um papel. Realizar viagens, casar, ter filhos, enfim, enumere tudo aquilo que considera importante e que deseja realizar.

Verifique agora em quais dessas prioridades o parceiro poderia te ajudar ou te acompanhar no processo. Se você sentir que o par não será capaz de corresponder à maioria de seus sonhos, ligue o sinal de alerta. Talvez ele não seja, pelo menos no atual momento, a pessoa que melhor combina com você.

Diante dos resultados, discuta a avaliação feita com seu parceiro e, juntos, tentem identificar maneiras de melhorar as coisas e procurem descobrir se existe, de fato, a possibilidade de realizar mudanças de comportamentos e objetivos.

É importante sempre ter em mente, por mais difícil que possa parecer, de que ainda é melhor está só do que acompanhado por alguém que não possui as qualidades que você está procurando em um relacionamento ou mesmo não compartilha dos mesmos sonhos para a vida.

Insistir em uma união que já dá sinais de desgaste ou incompatibilidade por puro comodismo pode, no futuro, comprometer sua autoestima, suas realizações pessoais e, consequentemente, sua felicidade.

 

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.