facebook_pixel
Os cuidados mais indicados para cada tipo de cabelo

Os cuidados mais indicados para cada tipo de cabelo Deixe um comentário

Para ter um cabelo lindo e com saúde, não basta escolher as grandes novidades à venda. É preciso selecionar os produtos mais indicados para os seus fios e utilizá-los na sequência e da maneira corretas. A seguir, ensinamos o passo a passo para cada tipo.

A quantidade e variedade de lançamentos que prometem cabelos impecáveis são de deixar qualquer uma perdida. Antes de sair passando um pouco de tudo nos fios, atenção. “Primeiro conheça o seu tipo de cabelo e saiba o que é realmente necessário para limpá-lo e tratá-lo”, recomenda a professora de cosmetologia Tatiele Katzer, da Universidade de Santa Cruz do Sul (RS). Afinal, há recomendações específicas para cada um. Segundo o dermatologista Ademir Júnior, presidente da Academia Brasileira de Tricologia, usar o produto errado pode não só trazer resultado diferente do esperado como prejudicar as mechas. A ordem e a forma de aplicação também variam: “Após a lavagem, com os fios ainda úmidos, passe primeiro o item mais cremoso (como creme para pentear ou BB cream) para encorpar o cabelo. Parta depois para os óleos e os produtos de textura mais leve, como spray ou pó, que, além de serem usados em quantidades menores, vão apenas finalizar o look”, diz o cabeleireiro Eron Araújo, do salão Blend, em São Paulo.

Os cuidados mais indicados para cada tipo de cabelo

Misto e oleoso

Como são: “O couro cabeludo produz muito sebo, deixando os fios gordurosos”, diz a dermatologista especializada em cabelo Inaê Cavalcanti, de São Paulo. No tipo misto, além disso, as pontas são secas.

PASSO 1
Hidratação pré-xampu: “Aplique uma ampola aquecida em banho-maria nos fios secos a cada dez dias. Deixe por cinco minutos e lave”, indica o cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi, de São Paulo.

PASSO 2
Xampu: Ademir Júnior recomenda usar um tipo antirresíduos seguido da versão própria para fios mistos ou oleosos. Outra opção é aplicar essa versão duas vezes por lavagem.

PASSO 3
Condicionador: Quanto menos leitoso, melhor. Os condicionadores clear, transparentes, são os mais indicados. Espalhe sempre a partir de quatro dedos da raiz.

PASSO 4
Leave-in: Fuja das versões cremosas demais. “Um BB cream aplicado do meio do cabelo para as pontas já é suficiente”, afirma o cabeleireiro Sergio G., do Hi Salão, em São Paulo.

PASSO 5
Finalizador: “Quando os fios secarem, borrife xampu a seco, que dá o aspecto de recém-lavado”, diz Marco Antonio. Ou use pomada em pó para encorpar a raiz.
O que evitar: Além das máscaras, fuja de pomadas e sprays que dão brilho. “Eles têm vaselina e óleos minerais, deixando as mechas pesadas demais”, explica a cosmetóloga Sonia Corazza, de São Paulo.

Danificado

Como: É Ressecamento, falta de brilho, aspereza e tendência à quebra são características de fios que sofreram com excesso de química e uso constante de aparelhos de calor.

PASSO 1
Xampu: Eron Araújo recomenda que o produto tenha pH mais baixo, de 4,5 a 5. “Assim, ele abre pouco a cutícula do fio, que já está sensibilizado, e não o danifica mais.”

PASSO 2
Condicionador e máscara: Por uma semana, use, em todas as lavagens, uma máscara reconstrutora antes do condicionador (ele age fechando as cutículas do fio em seguida). Depois, aplique-a a cada sete dias.

PASSO 3
Ampola ou sérum reconstrutor :“Deve ser à base de proteína e ceramidas, repositores de massa”, diz Eron Araújo. Use uma vez por semana, em um dia em que não aplicar a máscara.

PASSO 4
Leave-in: Cremes ou leites para pentear com proteínas vegetais, como soja, seda e acácia, são boas opções. Escolha um com proteção térmica se for usar chapinha ou secador logo depois.

PASSO 5

Finalizador: Aposte em itens que realcem a luminosidade, como sprays de brilho, óleos reparadores à base de óleos essenciais, água e manteiga de karité.
O que evitar: Tudo o que tem álcool (como aerossóis e musses) e sal (como o surf spray) deixa esse tipo de cabelo ainda mais poroso e ressecado. Prefira produtos à base de água.

Normal e seco

Como são: “O cabelo considerado normal é brilhante, maleável e desembaraça com facilidade”, diz Inaê Cavalcanti. Já o tipo seco é mais arrepiado, um pouco mais difícil de pentear e costuma ter as pontas frágeis e quebradiças.

PASSO 1
Xampu: “Escolha um com pH equilibrado, por volta de 7, e aplique-o duas vezes por lavagem”, recomenda o cabeleireiro Eron Araújo. Essa informação consta no rótulo.

PASSO 2
Condicionador: Leia as letras miúdas da embalagem antes de escolher o seu. “Procure por ativos como pantenol, pró-vitamina B5 e ácido hialurônico, que dão brilho e maciez”, afirma Sonia Corazza.

PASSO 3
Máscara: Em ambos os casos, use uma vez por semana, no lugar do condicionador. Invista nas versões que são apenas hidratantes, pois as nutritivas ou reconstrutoras pesarão demais.

PASSO 4
Leave-in BB e CC creams são ótimas pedidas, porque resolvem vários problemas de uma vez. “Fique com uma fórmula de textura leve e que tenha proteção térmica”, aconselha Eron Araújo.

PASSO 5
Finalizador: Escolha um que dê forma ao fio, mas sem pesar demais, como a musse (aplique o equivalente a uma bola nos fios úmidos). Para evitar arrepiados, óleo antifrizz ou sérum nas mechas já secas.

O que evitar: Xampu, condicionador e máscaras reconstrutoras (com queratina, por exemplo), assim como produtos muito oleosos, pois eles podem deixar um aspecto engordurado.
Cacheado

Como é: O formato causa maior atrito entre os fios, deixando-os mais rebeldes, e impede que a oleosidade chegue ao comprimento. “Esse tipo exige mais atenção porque reage pior ao uso incorreto de produtos”, diz Biaggi.

PASSO 1
Xampu: “Escolha um produto para seu tipo que tenha ação antifrizz”, recomenda Sergio G. Lave de forma delicada para não acentuar o arrepiado.

PASSO 2
Ampola ou máscara: Devem ter poder de hidratação e nutrição – use uma ou outra a cada sete dias. Se forem enriquecidas com óleos naturais, como abacate ou jojoba, melhor.

PASSO 3
Condicionador: Opte por um da mesma linha do xampu e que estimule a formação dos cachos. Ativos reestruturantes, como queratina e pantenol, são indicados.

PASSO 4
Leave-in: As melhores opções são cremes para pentear ou musse para fios cacheados que tenham também ação hidratante. Use sempre “amassando” as mechas, de baixo para cima.

PASSO 5
Finalizador: “Um ativador de cachos em spray é ideal para remodelá-los ao longo do dia. Borrife um pouco de água junto e amasse-os novamente sempre que quiser”, ensina Sergio. o que evitar Produtos de efeito mate, pouco hidratantes ou que ressecam (como o surf spray). “Fuja, ainda, de fórmulas com amido e polímero acrílico, que dão mais volume”, afirma Sonia.

 

Fonte : MdeMulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4.91 3717