Ano-Novo: especialistas ensinam como definir (e realmente cumprir) metas para 2017

Ano-Novo: especialistas ensinam como definir (e realmente cumprir) metas para 2017 -

O fim de ano sempre é um período de reflexão, época de pensar em como foi o ano que está acabando, o que aconteceu de bom, o que poderia ter sido melhor e de traçar novas metas para o ano que se aproxima.

Muitos consideram difícil seguir firme com os planos durante o ano inteiro e acabam abandonando os próprios objetivos. O problema pode estar no modo como você os traça. A seguir, especialistas dão seus melhores conselhos sobre como definir metas com consciência e chances reais de realizá-las.

Metas para 2017: como definir e realizar

É difícil encontrar uma única pessoa que não tenha nenhuma resolução de Ano-Novo, e isso é bom, porque fazer planos é importante para você ter em mente o que te motiva e focar para alcançar os seus objetivos. Claro que o fundamental é colocar, pelo menos, alguns deles em prática.

ano-novo-especialistas-ensinam-como-definir-e-realmente-cumprir-metas-para-2017

Se as coisas não correram conforme você esperava no ano que está acabando, não fique desmotivado ou frustrado. De acordo com a psicóloga Miriam Farias, começar o ano motivado e com a vida organizada é fundamental para conseguir o sucesso. Portanto, esqueça o que não deu certo, valorize tudo de bom que aconteceu com você e foque em começar o ano renovado.

Se você tem dificuldade de colocar seus planos em prática, é importante tentar seguir alguns passos na hora de definir metas e, ao longo do ano, fazer revisões periódicas para não se sabotar e conseguir alcançar o sucesso.

Defina suas prioridades

Todo mundo tem planos, desejos e sonhos para a vida pessoal e para a profissional e não é possível realizar tudo de uma só vez. Por isso, defina as prioridades para a sua vida.

Tente elencar os seus planos para 2017 em ordem de prioridade e tente ir riscando um a um ao longo dos 12 meses. Cuidado para não exagerar na quantidade de tópicos. Listar as metas ajuda a ser mais produtivo e até feliz.

“O ideal é fazer uma lista pequena, com apenas três para o ano todo. Do contrário, a chance de a pessoa não conseguir alcançar o objetivo será grande e isso certamente a frustrará. Quanto maior a quantidade de metas a alcançar, menor o foco e a possibilidade de concretização”, ensina o especialista em gestão de tempo e produtividade Christian Barbosa.

Metas têm que ser possíveis e motivadoras

Não trace metas impossíveis de serem alcançadas. Lembre-se que você terá apenas um ano para tirá-las do papel e colocá-las em prática. O mestre em neuropsicologia e autor do livro “Transforme seus Sonhos em Vida”, Eduardo Shinyashiki, aconselha que perguntemos a nós mesmos por que estamos criando cada uma das metas.

“Parte do êxito é ser realista, o que evita um círculo vicioso de propósitos e fracassos, esforços e decepções e tentativas e desistências”, explica.

Estabeleça metas mais específicas

A psicóloga e coach Alessandra Fonseca ensina que ser específico no momento de estabelecer uma meta ajuda bastante a pessoa a chegar em um resultado concreto.

“Ao invés de ter como meta ’emagrecer em 2017′, troque por ‘perder x quilos em x meses’. Outro exemplo: ao invés de ‘juntar mais dinheiro’, troque por ‘reservar 10% do meu salário todo mês’. Resoluções mais específicas são mais fáceis de cumprir, pois te orientam em relação ao objetivo final”, explica a especialista.

Tenha visão de longo prazo

Shinyashiki afirma que muito objetivos não são construídos de uma hora para outra, pelo contrário, exigem dedicação diária.

Por isso, não desista de cara se algo der errado e tente controlar a ansiedade. Planeje-se para conseguir ir colocando o seu plano em prática.

Realize avaliações periódicas

Durante o ano, vão surgir novos projetos, novas vontades e até novas prioridades. Para você não deixar o seu plano de lado, estabeleça datas para concretizar cada uma das etapas.

Se possível, até faça um cronograma e, de tempos em tempos, sente e avalie se as coisas estão correndo dentro do esperado e até se você vai precisar redefinir as prioridades.

Tenha ação

Ter atitude é fundamental. Seu planejamento pode ser perfeito, mas, se você não investir energia em concretizar tudo o que está escrito lá, todos os seus planos nunca irão sair do papel, e o seu tempo terá sido gasto em vão.

“Atingir metas é de primordial importância na vida do ser humano, pois está intimamente ligado à sua autoestima, confiança e ao sentimento de autoeficácia”, comenta Shinyashiki sobre a importância dos planos terem começo, meio e fim.

 

Fonte: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.